Forsoft-Rio forma sexta turma de jovens alunos de TI

Câmera 151A Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (SECT) celebrou, na noite desta quinta-feira (10/12), a formatura de 70 alunos da 6ª Edição do Curso de Introdução à Tecnologia da Informação (TI) com Inglês Técnico (Forsoft-Rio), projeto que oferece, gratuitamente, cursos de programação de computadores para jovens de 18 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social.

Fruto de parceria com a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RJ), a iniciativa tem o apoio de empresas parceiras que atuam como “madrinhas”, selecionando os inscritos e oferecendo bolsas de estudo para os alunos. Ao final do curso, a maioria dos formandos conquista a oportunidade de trabalhar nessas empresas. Segundo a SECT, a média de empregabilidade dos alunos é superior a 60% nos três primeiros meses após a formatura.

– Estamos celebrando seis anos de um projeto que transforma a vida de todos que participam dele, através de uma metodologia única. Perguntamos às empresas o que necessitam e programamos os cursos de acordo com essa demanda. Ou seja, estamos formando os desenvolvedores que o mercado de trabalho precisa e encaminhando muitos desses jovens ao primeiro emprego – disse o subsecretário especial de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho.

Reconhecido internacionalmente pela Unesco, o Forsoft conta com mais de 30 empresas madrinhas.Para esta 6ª edição, 12 empresas se candidataram a madrinhas dos alunos: 4Company, AMT, CSP Consultoria, Delphos, Gigacom, Linux, Mestra, Radix, Sofis, Trinity, Delage e TopDown.

forsoft 3Com a missão de gerar mão de obra qualificada para um mercado em constante expansão, carente de profissionais, o curso garante aos alunos especialização nas modalidades de Introdução à Programação nas linguagens Java e DotNet, como desenvolvedores de aplicativos móveis para plataformas Android, técnicos de Rede, técnicos de suporte para plataformas Windows Server e LinuX e profissionais de Infraestrutura de Redes. Os cursos seguem a metodologia Cisco e incluem Inglês Técnico.

– Ao mesmo tempo em que o governo municipal ajuda na atração de grandes empresas, ele também atua na questão do conhecimento e da tecnologia. E o Forsoft-Rio é fruto desse investimento. Por se tratar de uma ação de responsabilidade social, seus resultados são muito positivos. Durante o curso, os alunos se qualificam e, ao serem contratados pelas empresas, trabalham de maneira engajada e retribuem com extrema fidelidade a confiança depositada neles – disse o presidente da Assespro-RJ, Márcio Lacs, também representante de uma das empresas participantes, a AMT.

Os formandos desta quinta-feira tiveram quatro horas diárias de aulas, nos cinco dias úteis da semana, durante um período de seis meses. Além disso, fizeram visitas guiadas a empresas do ramo, além de trabalhos e estudos à distância. Para eles, a noite desta quinta-feira representou o encerramento “com chave de ouro” de um período que, apesar de exaustivo, ficará para sempre na lembrança. Moradora de Queimados, na Baixada Fluminense, a jovem Rayanne Adjene Gonçalves de Souza, de 19 anos, disse estar pronta para realizar o maior sonho de sua vida:

– Comecei a estudar informática aos 12 anos e sempre me interessei pela área de TI. Tinha certeza de que seria nessa área que me realizaria. Em pesquisa na internet, fiquei sabendo do curso e me inscrevi. Foram seis meses de muitas dificuldades, especialmente porque moro longe, e estar aqui é uma vitória. Com esse certificado nas mãos, me sinto próxima de realizar o sonho de ingressar em uma faculdade de Engenharia da Computação e abrir minha própria empresa.

Assim como Rayanne, a carioca Daiane Ribeiro, de 21 anos, também espera poder utilizar os conhecimentos adquiridos no curso em sua vida profissional. Para ela, o curso ofereceu aos seus alunos a oportunidade de despertar e amadurecer para as exigências do mercado de trabalho:

– O Forsoft-Rio nos deu muito mais do que conhecimento técnico. Nos proporcionou uma maturidade completamente diferente daquela que tínhamos no começo do curso. As aulas tinham um enorme grau de dificuldade. Fomos postos à prova e bastante exigidos, mas aprendemos a superar as nossas dificuldades.

forsoftA primeira turma 1 do Forsoft-Rio formou 60 alunos e a segunda 76 estudantes, dos quais 52 já saíram empregados da cerimônia de diplomação. A terceira turma formou 79 novos programadores. Desses, 38 foram imediatamente empregados. Da quarta turma, dos 90 alunos, 49 receberam o certificado e o primeiro emprego no ato da formatura. Na 5ª edição, 50 dos 95 formandos já saíram empregados da cerimônia.

Realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo, a cerimônia também reuniu o reitor da empresa Infinet, Eduardo Ramos, e a representante da empresa Delphos, Valéria Martinusso, além de familiares dos formandos.

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s