Cinco Naves do Conhecimento conquistam prêmios no “Meu Rio Vale um Filme”. Destaque para Vila Aliança

Com a conquista dos prêmios de “Melhor Filme” e “Melhor Roteiro”, a Nave do Conhecimento de Vila Aliança foi a grande vencedora da cerimônia de premiação dos curtas-metragens do projeto “Meu Rio Vale um Filme”, produzidos pelas oficinas de audiovisual das oito Naves do Conhecimento. As outras naves premiadas foram a de Madureira (“Melhor Edição”); Santa Cruz (“Prêmio Voto Popular”); Irajá (“Prêmio Nave”) e Triagem (“Melhor Torcida”). Realizado no Centro Cultural João Nogueira (Imperator), no Méier, Zona Norte da Cidade, o evento contou com torcidas organzizadas e com as presenças do prefeito Eduardo Paes e do secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho, entre outras autoridades.

Concorreram aos seis prêmios 32 curtas-metragens (4 por nave) e os vencedores levaram para casa, além de troféus e medalhas, cursos na área de audiovisual e visitas a um estúdio de filmagem. O objetivo do projeto foi levar oficinas de audiovisual com a temática dos 450 anos do Rio para as oito Naves do Conhecimento, envolvendo as comunidades do entorno e capacitando 20 participantes de cada espaço (a partir dos 13 anos de idade) para a linguagem do cinema e do audiovisual, por meio de uma abordagem teórica e prática

Os 32 curtas metragens serão exibidos nos cinemas ao ar livre das oito Naves do Conhecimento. Caso queira assistir aos vídeos na internet, basta acessar o site www.meuriovaleumfilme.com.br.Abaixo, a lista dos filmes premiados e suas respectivas Naves do Conhecimento.

MELHOR FILME: “Caridade, Humildade e Amor” – Nave do Conhecimento de Vila AliançaComo primeiro conjunto habitacional da América Latina, Vila Aliança, contou com a participação de diferentes esferas religiosas para sua formação. Tendo como premissa a comunhão, o curta “Caridade, Humildade e Amor” narra histórias de quem ergue e mantem a fé dia-a-dia.

MELHOR EDIÇÃO: “Madureira é do Rio e o Jongo é da Serrinha” – Nave do Conhecimento de Madureira: Tia Maria do Jongo, a personalidade viva mais antiga do Jongo da Serrinha, com seus 95 anos, conta suas histórias. Por meio das palavras cheias de sabedoria da jongueira, o filme mostra a alegria e a força da dança e sua importância para a cultura afro-brasileira.

MELHOR ROTEIRO: “Boca do Mato: Sua Origem e Lendas” – Nave do Conhecimento de Vila AliançaLobisomem, mula sem cabeça, mulher de branco. Será que existe? Boca do Mato é um documentário sobre mitos e lendas, narrado por moradores de Vila Aliança.

PRÊMIO VOTO POPULAR: “Estação Final” – Nave do Conhecimento de Santa Cruz:Dois amigos caminham pelo bairro de Santa Cruz e relembram sua história.

PRÊMIO NAVE: Nave do Conhecimento de Irajá. 

MELHOR TORCIDA: Nave do Conhecimento de Triagem.

 

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s