NAVES DO CONHECIMENTO GANHAM PRÊMIO “SOCIEDADE DIGITAL 2014”

IMG_0207O projeto das Naves do Conhecimento conquistou o prêmio “Sociedade Digital 2014”, Categoria Municipal, da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet (Assespro-RJ). O secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho, e a coordenadora do projeto, Maria Helena Cautiero, receberam a premiação em solenidade realizada ontem (15/dez) no auditório do Museu de Arte do Rio (MAR), na Praça Mauá.

A Assespro-RJ promoveu a entrega dos prêmios “InRio Personalidades do Ano (18ª edição), “Assespro-RJ Melhores Empresas” (14ª edição), e, agora, em sua 1ª edição, o Prêmio “Assespro-RJ Sociedade Digital 2014”, conquistado pelas naves. Ao receber a placa do prêmio, o secretário fez questão de dividir a conquista com as ongs que fazem a gestão desses espaços digitais comunitários coordenados pela SECT.

IMG_0212– As Naves promovem a inclusão social e profissional e já virou
referência para os moradores das comunidades e bairros beneficiados. Em dois anos e meio de existência já são 140 mil cadastrados, com mais de 1,5 milhão de visitas e 15 mil alunos formados nos cursos de tecnologia da Informação e da Comunicação. Dedico esta premiação às ongs, representadas aqui pela Schuma Schumaher”, disse, apontando para a coordenadora executiva da Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH), que foi agraciada, na mesma solenidade, com o prêmio de destaque em Responsabilidade Social. As outras 2 ongs que atuam em projetos com a SECT são o Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip) e o Instituto de Desenvolvimento e Ação Comunitária (Idaco).

A professora Maria Helena destacou o desafio de instalar centros comunitários de alta tecnologia em comunidades carentes e bairros de classe média. “Nossa missão é o de pensar o futuro, de como levar a essas comunidades a igualdade de oportunidades, o acesso ao conhecimento e a capacitação profissional”. Atualmente, existem Naves do Conhecimento em Santa Cruz, Padre Miguel, Comunidade de Vila Aliança (Bangu), Penha, Irajá, Madureira, Comunidade de Nova Brasília (Complexo do Alemão) e Condomínio Bairro Carioca, em Triagem.

Schuma Schumaher fez questão de destacar o trabalho realizado pelas Casas Rio Digital (CRDs), projeto da SECT em parceria com a REDEH. “Dedico este prêmio aos 4.600 formandas e formandos de 2014 dos cursos nas 32 Casas Rio Digital. Pessoas de todas as idades e de todas as cores que, se não fossem as CRDs, não teriam acesso à tecnologia e à igualdade de oportunidades. Eles são os meus homenageados”, disse, emocionada, a orientadora educacional que já foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz, em 2006. A cerimônia de formatura dos alunos ocorreu no sábado passado, no auditório da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro da cidade.

IMG_0211O presidente da Assespro-RJ, Márcio Lacs, entregou o prêmio “InRio Personalidades do Ano” ao governador Luis Fernando Pezão. A entidade homenageou ainda instituições, empresas e autoridades da esfera federal, estadual, municipal e privada. O evento contou com a presença de dirigentes de associações de classe, autoridades de todas as esferas, fornecedores, clientes e empresários do setor de Tecnologia da Informação.

O “Sociedade Digital 2014” vem se somar a lista de prêmios que o projeto das Naves do Conhecimento ajudou a conquistar para a cidade do Rio de Janeiro, como o de “Participação Cidadã” da Associação Hispanoamericana de Centros de Investigação e Empresas de Telecomunicação (AHCIET); a inclusão por dois anos consecutivos na lista das “21 Comunidades Mais Inteligentes do Mundo” da Inteligent Community Fórum (ICF); o prêmio “Arede 2013” por sua atuação na capacitação e formação profissional; o prêmio nacional de “Prefeito Inovador 2012”, concedido pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), e pelas empresas Microsoft Brasil, Intel Brasil e Symnetics.

Colaborou ainda para o Rio de Janeiro conquistar o prêmio de destaque como uma das cidades mais digitais do país, de acordo com o Índice Brasil de Cidades Digitais. Em um ranking que contou com a participação de 100 municípios brasileiros, o Rio ficou em segundo lugar, atrás apenas de Curitiba. A competição foi criada pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) e trata-se de uma espécie de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que, em vez de indicadores sociais, tem como foco a cidadania digital. Mede o nível de digitalização das cidades e a integração de seus serviços ao cidadão.

Em meados deste ano, o projeto das Naves do Conhecimento recebeu o prêmio “Visconde de Mauá Educação 2014”, a mais importante comenda concedida pela Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s