OBSERVAÇÃO DO CÉU AGRADA FREQUENTADORES DO PARQUE MADUREIRA

PlanetárioFrequentadores do Parque Madureira – maior área de lazer do Rio – participaram, nesta quinta-feira à noite (08/05), do Projeto ‘Luneta na Rua’, que permite a observação da lua, estrelas e planetas do Sistema Solar com a ajuda de um telescópio que amplia em 200 vezes a imagem observada. A experiência agradou crianças e adultos, que aprovaram a iniciativa da Prefeitura do Rio, coordenada pela Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia e pela Fundação Planetário. Astrônomos e outros especialistas tiraram as dúvidas das pessoas sobre a importância dos corpos celestes.

A observação do céu em Madureira marcou a assinatura de um convênio entre a Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia e o Planetário, que tornou disponível todo o seu acervo para a rede de oito Naves de Conhecimento espalhadas pela cidade. O secretário Franklin Dias explicou que a parceria permitirá levar conhecimento sobre astronomia que, embora pouco conhecida, desperta o interesse nas pessoas.

– Esse projeto tem a marca da paixão pelo conhecimento, por isso as naves têm várias portas de entrada. E essa do mundo astrofísico é desconhecida, mostrando que a gente é uma poeira neste universo. Abrimos uma nova porta para que as escolas possam trabalhar, ajudando a sala de aula. A gente leva a informação aos alunos e o professor tem a função de moderador. Enfim, as naves decolam junto com o planetário, que poderá até dar aulas por meio de videoconferências porque as naves estão em rede e integradas – disse o secretário.

Para o presidente do Planetário, Celso Cunha, a experiência em Madureira mostrou que o acordo despertará o interesse pelo conhecimento astrofísico dos frequentadores das oito naves de conhecimento. Segundo ele, o Planetário recebe a visita de 500 mil pessoas por ano, número cinco vezes maior do que recebia em 2009 em virtude de a Prefeitura do Rio ter tomado uma série de iniciativas que estimularam a visitação.

– Hoje, precisamos do apoio das naves para disseminar as informações do Planetário devido ao número cada vez maior de visitantes. A observação do céu, o passeio virtual via internet pelas dependências do Planetário e a projeção da imagem da lua no telão das naves mostram o quanto é importante levar conhecimento, não só porque desperta o interesse de adultos e crianças, mas por ampliar o debate e o interesse por um mundo tão fascinante – observou o presidente do Planetário.

Planetário2Apaixonados pela lua e pelas estrelas, o casal de namorados, Josiberto Freitas da Silva, 23 anos, e Grace Kelly Xavier Gargano, 18, aprovaram a experiência de observar o céu através de um telescópio. Eles costumam olhar fixamente para o satélite da Terra sobre a laje da casa onde moram, no Morro do Juramento, em Tomás Coelho.

– A gente sempre observa o céu, na praia ou na laje. Teve uma vez que a gente viu quatro estrelas cadentes numa noite só. Até batizamos uma estrela de Luminosa, a Alfa Centaurus, porque sempre brilha intensamente – revelou Josiberto, que trabalha como montador de móveis e pensa em se tornar astrônomo.

O pequeno Rafael Martins, 9 anos, também gostou da experiência, especialmente após saber que é possível flutuar na lua:

– Flutuar deve ser muito legal, ainda mais num lugar que não tem gravidade. Deve ser tão bom quanto voar. Se eu tivesse muito dinheiro, compraria uma passagem pra lá, ou então viro astronauta – disse Rafael, aficcionado por histórias siderais.

Rafael tem a quem puxar. O pai dele, o engenheiro Cláudio dos Santos Martins, 41, levou a mulher Lúcia da Silva e os três filhos para observar ao céu quando soube da iniciativa da prefeitura.

– Essa região é bem carente de opções de lazer, e como a gente morava no Flamengo e se mudou para a Praça Seca, o Parque Madureira virou referência. Essa iniciativa é ótima porque desperta a curiosidade da criançada que tem o maior interesse em aprender. Sem dúvida, trazer o telescópio para o meio da rua é bem legal – disse.

Planetário3Uma palestra com o professor Luiz Guilherme Haun, do Planetário, antecedeu a observação do céu e a assinatura do convênio. Professores do Ensino Fundamental tiveram acesso a informações sobre as fases da lua, estações do ano, o sol, eclipses, planetas e outros assuntos astrofísicos.

Luneta na Rua:

‘Luneta na Rua’ é um projeto da Fundação Planetário baseado no ‘Luneta na Laje’, que leva profissionais de astronomia e observação do céu às comunidades pacificadas do Rio. Para guiar a atividade, os astrônomos deram orientações e instruções durante a observação em Madureira, além de tirar dúvidas e atender às curiosidades dos frequentadores do parque.

 

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s