PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL E SOCIAL BENEFICIA 1.500 CRIANÇAS E JOVENS DE RUA

Ônibus digital itinerante já beneficiou 1.500 crianças com cursos e orientações

Evento Pastoral em Botafogo 040A Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SECT) e a Arquidiocese do Rio de Janeiro comemoraram, nesta quarta-feira, o primeiro aniversário do projeto “Passaporte da Cidadania”, que consta de um ônibus itinerante que disponibiliza tecnologia e cultura digital para crianças e jovens moradores de rua. Em um ano de existência, o projeto já beneficiou cerca de 1.500 crianças e adolescentes em situação de rua. O cardeal Dom Orani Tempesta abençoou o veículo digital, que estava estacionado em frente à Basílica da Imaculada Conceição, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Evento Pastoral em Botafogo 079Representando o prefeito Eduardo Paes, o secretário da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho Teixeira, anunciou a publicação de decreto na segunda-feira passada, instituindo parceria entre a prefeitura do Rio e a Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro determinando que todas as instituições municipais dêem apoio ao trabalho de inclusão digital e social desenvolvido pelo “Passaporte da Cidadania”. O projeto é fruto de parceria entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia e a Arquidiocese do Rio. A SECT adaptou seu projeto das “Casas Rio Digital” ao “Passaporte da Cidadania” e equipou o ônibus itinerante com 10 laptops, impressora, projetor e telão para acesso à internet, além de oferecer cursos e exibição de vídeos. Os cursos têm metodologia pedagógica adaptada à realidade da população de rua.

A proposta pedagógica é colocar esses jovens em contato com a rede digital para que tenham noções de cidadania e direitos, por meio de ônibus itinerante equipado com tecnologia para que sejam desenvolvidos atividades lúdicas, debates e cursos online. Além disso, os menores também recebem auxílio para localizar suas famílias e amigos, para, dessa forma, resgatar seus laços, se reintegrarem à sociedade e a suas comunidades.

Evento Pastoral em Botafogo 049De acordo com levantamento dos atendimentos realizados nos bairros de Copacabana, Largo do Machado e Centro, entre 3 de abril de 2013 até hoje, cerca de 84% dessa população em situação de rua encontra-se na faixa de 12 a 17 anos. Desses, 83,8% afirmaram nunca ter participado de projetos sociais e. aproximadamente 68% responderam que aceitaria se inserir em projetos desenvolvidos com computador. Um fato surpreendente da pesquisa foi a constatação de que 88% desse público (em situação de rua) afirmou acessar a internet, via lan house.

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s