Rio cidade maravilhosa e inteligente

_IRI6144_IRI6049[1]Prefeitura lança concursos “Rio Ideias” e “Rio Apps” para incentivar criação de aplicativos para uso do cidadão

Com o objetivo de colocar a tecnologia a serviço do cidadão, tornando o Rio de Janeiro uma “Cidade Inteligente”, a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (SECT), lançou, nesta quinta-feira (02/maio), no Palácio da Cidade, a segunda edição dos concursos “Rio Ideias” e “Rio Apps”. A primeira etapa (Concurso “Rio Ideias”), vai premiar a melhor ideia de cada categoria em R$ 1.000,00 e a segunda em R$ 500,00. Na segunda etapa (Concurso “Rio Apps”) serão abertas inscrições para interessados em transformar essas ideias vencedoras em aplicativos para internet, smartphones, tablets e outras plataformas digitais.

Para participar do “Rio Ideias”, basta se cadastrar no site do desafio (http://ideias.rioapps.com.br) e, depois, enviar a ideia entre 02 de maio a 21 de junho de 2013. Uma votação popular elegerá as cinco melhores idéias nas 15 categorias existentes. A avaliação das 75 ideias finalistas será feita por um corpo de jurados no período de 07 a 21 de junho deste ano. O anúncio dos vencedores será dia 26 de junho.

O cadastro também pode ser feito através das redes da Praça e Naves do Conhecimento, a partir do dia 02 de maio (www.pracadoconhecimento.org.br) ou pelo Facebook e Twitter do “Rio Ideias” (https://www.facebook.com/desafiorioideias) ou @rioideias_rj). O evento está aberto a todos os cidadãos, inscritos no CPF, residentes na cidade do Rio de Janeiro, com mais de 16 anos. Um mesmo participante pode registrar diversas sugestões, não há número limitado.

A solenidade foi transmitida, via vídeoconferência, para as sete Praças e Naves do Conhecimento espalhadas pela cidade (Complexo do Alemão, Padre Miguel, Santa Cruz, Madureira, Irajá, Penha e Vila Aliança). O secretário de Ciência e Tecnologia do Rio, Franklin Coelho, representou o prefeito Eduardo Paes. Vários empresários e dirigentes públicos da área de Tecnologia da Informação participaram do evento, além de desenvolvedores de software da primeira edição dos concursos.

Este ano são 15 categorias que abrangem as principais áreas que fazem parte do cotidiano do carioca: Saúde, Educação, Transporte, Habitação e Urbanização, Ordem Pública e Conservação, Gestão e Finanças Públicas, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Turismo, Cultura, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico, Segurança, Esporte, Jogos (Games) e Nave / Praça do Conhecimento (Projeto “Rio Digital 15 Minutos”).

Nesta segunda edição, os participantes podem sugerir aplicativos que possam ser usados nas Praças e Naves do Conhecimento pertencentes ao Projeto “Rio Digital 15 Minutos”, que consta na construção de uma rede de Praças e Naves do Conhecimento por toda a cidade, garantindo que exista um desses espaços comunitários digitais em um raio de pelo menos 1,5 quilômetro. Serão mais 40 unidades até 2016. O “Rio Digital 15 Minutos” é uma ampliação do projeto “Praças e Naves do Conhecimento”, coordenado pela (SECT). Já estão em funcionamento duas Praças do Conhecimento (uma em Padre Miguel e outra em Nova Brasília, no Complexo do Alemão), e cinco Naves do Conhecimento (Santa Cruz, Madureira, Irajá, Penha e Vila Aliança, em Bangu).

O corpo de jurados da segunda edição do “Rio Ideias” é composto de especialistas em Ciência e Tecnologia ou por profissionais usuários diários de tecnologia da informação, como jornalistas e professores. Esta comissão julgadora avaliará a criatividade, originalidade, viabilidade técnica e abrangência popular das 30 sugestões finalistas.

Todas as sugestões serão publicadas no portal Rio Ideias, em base contínua, após serem enviadas. O cadastro é armazenado em um banco de dados protegido e sigiloso. Os visitantes registrados no portal poderão votar em suas ideias favoritas uma única vez. Todas as ideias de aplicativos serão de propriedade intelectual de seus autores, por isso, é fundamental que os interessados leiam o regulamento oficial antes de participar.

Na primeira edição dos concursos, em 2012, foram apresentadas 2 mil ideias, aproximadamente. Através de uma votação popular, trinta delas foram eleitas as melhores e, ao final, um juri de especialistas definiu a ordem de premiação. Na segunda etapa (“Rio Apps”), mais de 200 aplicativos foram iniciados levando em conta estas ideias, sendo que 53 chegaram até a etapa final. Doze foram premiados, englobando as áreas de saúde, segurança, transporte, lazer, entre outras.

As ideias sugeridas podem envolver todas as áreas da cidade, como:

Saúde: ideias para aplicativos que permitam soluções inovadoras, ajudando na eficiência do atendimento aos pacientes e a gestão dos recursos.

Educação: para uma prática lúdica e efetiva no processo de aprendizagem, além das ideias que melhorem as informações na gestão das redes.

Transporte: que permita uma gestão integrada que acompanhe o fluxo de informação em tempo real da rede de transportes, contribuindo para um apoio inteligente a mobilidade da população.

UPP Social (Habitação e Urbanização): que permita apoiar a qualificação imediata dos serviços de conservação urbana, iluminação pública, limpeza e coleta de lixo e trabalhar fluxos de informação que tenham por base a integração e força da comunidade que as caracteriza.

Habitação e urbanização: constituição de bairros inteligentes.

Porto Maravilha: ideias de aplicativos que ajudem a população a conhecer todas as modificações que ocorrem na cidade.

Ordem Pública e conservação: ideias para aplicativos que ajudem em uma qualidade de vida melhor com uma maior urbanidade e civilidade.

Rio Acessível: que permitam fluxo de informação que ajude a cidade a se tornar uma cidade mais acessível.

Gestão Pública e Prefeitura Presente: a exemplo do 1746, possamos ter fluxo de informações mais ágeis, interativos e integrados no atendimento do cidadão, nas soluções integradas de diversos canais como (telefone, web, presencial e móbile).

Meio Ambiente e Sustentabilidade: ideias para aplicativos que ajudem em garantir a qualidade de vida na cidade e na ecoeficiência da prefeitura.

Turismo: ideias para aplicativos que ajudem na melhoria do ambiente da cidade para o turismo.

Cultura: ideias para aplicativos que ajudem a valorizar a paisagem urbana e o patrimônio cultural da cidade.

Desenvolvimento Social: ideias de aplicativos que gerem informações que contribuam para uma melhor qualidade na assistência social, utilizando as possibilidades do Cartão Família Carioca.

“Rio Digital 15 Minutos”: Ideias de aplicativos que ajudem a pensar o Rio com sua rede de 40 Naves e Praças do Conhecimento, levando a inovação e o conhecimento para os bairros beneficiados pelo programa, focados, por exemplo, na democratização do conhecimento, participação comunitária, jogos interativos, serviços e apoio ao empreendedorismo.

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s