Secretaria de Ciência e Tecnologia forma “Tropa de Elite” da área de programação de computador

turma3gustavoepedroformandosturma3

Tropa de elite da área de tecnologia da informação. Assim os 79 formandos do curso gratuito de Programação de Computador com Inglês Técnico (Forsoft-Rio) se autodefiniram durante a cerimônia de entrega dos diplomas, realizada pela Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (SECT) ontem à noite, no auditório do CREA-RJ, no Centro do Rio. A música “Tropa de Elite”, do grupo Tihuana, foi a trilha sonora de uma apresentação de fotos relatando os seis meses de aulas, o que levou alguns alunos a relatarem as dificuldades enfrentadas para a conquista do tão cobiçado certificado (*). Desses 79 “aspiras”, 38 já serão promovidos a seus novos empregos na área de TI, oferecidos pelas empresas madrinhas do projeto.

Esta é a terceira turma do Forsoft-Rio que a SECT forma em parceria com a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet (Assespro). Os jovens, entre 18 e 24 anos foram capacitados em Linguagem de Programação JAVA ou em Infraestrutura de Rede com inglês técnico voltado para área de Tecnologia da Informação. Durante seis meses, tiveram quatro horas diárias de aulas nos cinco dias úteis da semana e fizeram visitas guiadas á empresas do ramo.

– Esta parceria é estratégica. Se antes o desenvolvimento passava por rodovias e ferrovias, hoje passa por estradas virtuais e estamos capacitando os trabalhadores para atuarem nessas estradas, criando um caminho virtuoso”, afirmou o secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho, para as cerca de 200 pessoas que compareceram ao evento e ao lado de vários representantes das empresas parceiras.

cerimoniaformaturaturma3
O diferencial do Forsoft-Rio são as empresas que participam como “madrinhas” dos formandos e que se comprometem a contratar, no mínimo, 40% dos egressos, em regime de CLT e com salário compatível com o padrão de mercado. O curso trabalha em cima da demanda dessas empresas madrinhas, gerando mão de obra qualificada para um mercado em expansão. Nesta terceira turma, atuaram como madrinhas as empresas Acol, Gigacom, Idaco, Iplan, Linux, Nasajon, Netcenter, Totvs e Verto.

Falando em nome das empresas madrinhas, Sergio Pinna, da Acol, revelou que, atualmente, 10% do quadro de desenvolvedores de sua instituição já são oriundos do Forsoft-Rio. “Lapidamos estas pedras, que viraram diamantes e, agora, temos que pagar o que elas valem. Vocês não devem nada a ninguém. O que estamos fazendo é uma troca justa, onde todos saem ganhando”, disse, adiantando que a Acol está muita satisfeita com o nível do curso e dos alunos e que continuará apadrinhando o projeto.

O presidente da Assespro, Márcio Lacs, foi na mesma linha. “O Forsoft-Rio é estratégico para as 239 empresas filiadas no Rio de Janeiro. É uma ação concreta para evitar um possível apagão de mão de obra no país, além de atuar na área de responsabilidade social”. Considerada empresa madrinha especial, o IplanRio apadrinha alunos desde a primeira turma. “ Esta formatura é um evento de educação, de formação de pessoas em uma área que o país tanto necessita. Espero que se espalhe pelo Brasil”, discursou o presidente da empresa municipal, Ricardo Oliveira. Também participou da cerimônia, o presidente do CREA-RJ, Agostinho Guerreiro.

O Forsoft-Rio promove, desde o início, uma integração entre o futuro empregado e o empregador, bem como assegura tanto uma seleção adequada de jovens com aptidão para a programação de computadores, como uma qualidade do curso à altura das exigências normais do mercado. O curso tem o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia e do Infnet Instituto.

(*) Depoimentos:

Felipe Gabriel de Oliveira, 20 anos: “Moro em Santa Cruz e trabalho de madrugada como atendente de telemarketing, em Madureira. Pela manhã, faço faculdade de Economia na Universidade Rural, em Seropédica. Estou no primeiro ano. Para fazer o curso, nesses seis meses dormia nos ônibus. Sono de qualidade só nos finais de semana. Saía às 2h do Telemarketing mas não tinha ônibus para Santa Cruz. Tentava dormir na empresa e, bem cedo, ia pra casa, onde tomava banho, trocava de roupa, tomava café e ia para a faculdade. Trabalhei como auxiliar administrativo, mas sempre sonhei com emprego melhor. Para isso, fiz o curso e estou na faculdade. Agradeço os professores e auxiliares que, às vezes, mesmo chegando atrasado, eles permitiam que eu fizesse as provas. Esta foi a melhor oportunidade que eu tive nos meus 20 anos de vida”.

Pedro Miguel de Lima e Silva, 21 anos: “Atualmente, estou morando em Belford Roxo e trabalho em Caxias, em programação de site, com salário de R$ 800,00. O conhecimento que eu tinha não era suficiente. Agora, depois do curso, arranjo emprego em qualquer lugar e com salário bem melhor. Meu conhecimento ficou gigante. Eu usava a hora do almoço para ir de Caxias para o Centro do Rio fazer o curso mas, ficava atento e trabalhava on line. Mesmo assim, perdi o emprego, mas arranjei outro no Centro do Rio. Valeu a pena o sacríficio”.

Gustavo Laviola, 20 anos: “Moro em Xerem, em Caxias e sou técnico em informática. Saia de manhã de casa para chegar no horário da aula, à tarde. Retornava para casa às 22h. Em dia de chuva já cheguei a 1h da madrugada. O curso foi bem difícil e criamos vínculos fortes de amizade, quase uma família. Estou ansioso pela seleção das empresas madrinhas. Será meu primeiro emprego na área de TI e da minha vida. Mesmo com a enchente de janeiro, eu não faltei as aulas. Moro no interior de Xerem e a ponte perto de casa caiu. Eu dava uma volta imensa em rua de chão e com muita lama, e pegava um ônibus na Mantiqueira. Nesses seis meses mudei bastante, profisionalmente falando e, também, pessoalmente. Já posso atuar no mercado e no pessoal, fiquei mais sociável, menos tímido. Fiz muitos amigos”.

Paula Santos, 19 anos, moradora de Madureira: “Esses seis meses mudaram nossas vidas para melhor. Obrigado por nos convencerem que somos melhor do que suspeitávamos”, oradora da Turma C, agradecendo aos professores do Forsoft-Rio.

Anúncios

Sobre sectrj

Blog da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s